Professor do Ano

Votos de utilizador:  / 0
FracoBom 
Criado em 16-03-2010
Publicado em 16-03-2010
Visitas: 3335
  

Alexandre Costa tem 45 anos, é docente de Físico-Química na Secundária de Loulé e ganhou o Prémio Nacional de Professores. É mestre em Astronomia e Astrofísica. A Faculdade de Ciências da Universidade de Lisboa atribuiu-lhe Muito Bom em 2000. Não deixa as novas tecnologias de lado e usa-as para cativar os alunos. As suas estratégias pedagógicas são conhecidas e reconhecidas na escola.

Gosta de aprender e ensinar. No site do ME, refere-se que trabalha na "criação de ambientes surpreendentes" e que gosta de tirar "algumas cartas da manga para não cair na rotina". Inovar é um verbo que gosta de conjugar em vários tempos e de diversas maneiras. Os computadores portáteis e os quadros interactivos são dois dos seus grandes aliados. "Continuo a estudar. Não se pode ser professor se não se estiver para aprender, sobretudo na minha área científica, na qual o conhecimento evolui a uma velocidade vertiginosa". Os alunos reconhecem o seu valor. "O professor cativa o nosso interesse pela matéria dando exemplos do dia-a-dia e realizando experiências. Nós mexemos, tocamos, experimentamos e, assim, percebemos muito melhor", garante Sara, aluna do 12.º ano, conforme se lê no mesmo site.

Fonte: Ministerio da Educação